Oi, sou Mar, e você está lendo as minhas opiniões sobre a vida o universo e tudo mais :)

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Uma nota...

Bueno pessoal, nesse blog uma coisa quê se nota bastante é o modo como escrevo que é praticamente como eu falo, quem me conhece e lê o blog sabe perfeitamente, é uma mistura de portunhol, tentando imitar o pessoal da fronteira que é uma barbaridade. Eu Tenho isso como um diferencial, pois torna mais agradável de ler o conteúdo sendo muitas vezes um texto divertido e bom de ler. Mas como pretendo fazer vestibular para PUCRS (Pontifícia Universidade Católica –RS) eu preciso praticar redação e a escrita culta. E onde irei muitas vezes por em pratica? Onde? Onde? Aqui no blog certamente, ou seja, pelo menos até fevereiro postarei conteúdos seguindo completamente a norma da dissertação. E conto com tu que ta lendo agora, para me corrigir em casso de possíveis erros de escrita, concordância e tudo mais que possa aparecer.

Bueno gurizada, me vou indo que to no meio de um código Java que ta uma beleza (tom sarcástico heheh).

Me fui, abraço pros guri e besos para as prendas.

3 comentários:

Darinha disse...

Eiii moxooo...
Humm gostei do blog... e olha tbm to precisando desesperadamente aprender a escrever direito... tah dificil... rsrs mas vou tentar.. tenho sérios problemas com o português, ele num gosta de mim e eu não gosto/odeio ele... rsrs

mas temos q praticar neh...rsrs

beijão pra ti tah..
add no feed viu...

Rodrigo Moraes disse...

Mas então tá bueno!

O portunhol faz parte da fala gaúcha, que por ora foi espanhola e outrora portuguesa. O fato é que o espanhol é mais carregado perto da fronteira (pelo 'simples' fato de ser fronteira com países de fala espanhola), fora toda a história aqui presente.
Porém, nosso idioma oficial é o Português, e temos que respeitar essas normas, mas não apenas para o uso de casos específicos (vestibular, dissertações, relatórios...) mas na nossa rotina. Mas convenhamos: hablar um 'tiquito' (pouquinho) de portuñol é muito mais que um charme, é uma identidade gaúcha ( que vêm do espanhol: Peão de estância, bom cavaleiro, ginete - Dic. Larousse Cultural).

crisbicca disse...

Então Guilherme, também tive problemas com português mas confesso que hoje isso não ocorre mais (ao menos na escrita rss).
Porque na fala tem um sotaque um tanto quanto 'diferente', segundo o pessoal daqui.
Tenho a impressão (leve impressao :D) que isso ocorre devido ao fato de eu ser da fronteira hehe...
Abracitos e obrigada pela visita :)

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails