Oi, sou Mar, e você está lendo as minhas opiniões sobre a vida o universo e tudo mais :)

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Olhai os lírios do campo

Este livro foi deixado pelo meu chefe ( e amigo ) na minha mesa de trabalho. Olhei a capa e não me inspirou muita vontade de ler, mas, como livro não se julga pela capa, decidi que iria lê-lo.
É um livro com uma escrita suave, se consegue ler horas ele sem se cansar - perfeito para longas viagens de ônibus - e perder o foco dele, o autor conseguiu fazer uma escrita que faz o leitor não se dispersar do texto. 

Ele trás um tema bem corriqueiro, não tem nada de grandioso, gostei deste ponto, aborda bastante as duvidas que as pessoas tem sobre a sua própria existência, a existência de um ser superior, e tudo mais sobre a vida e o universo.

Em alguns momentos sinto que o autor peca por escrever páginas e páginas de algo que não está agregando nada ao texto, e se arrancar fora as páginas e e ler, não irá alterar em cada o texto, e nesta mesma parte se está visível a total expressão de opinião do autor sobre um determinado assunto que naquele momento está sendo abordado.

É um bom livro para passar o tempo, e um perfeito livro para se fazer pensar na vida. Eu nunca li um livro de auto ajuda, mas imagino que não deve fugir muito da escrita deste livro, mas mesmo quem não gosta de auto ajuda - assim como eu - não deve deixar este fato influenciar na decisão de lê-lo.

Em resumo é um livro com uma história triste - alguns trechos muito triste -, que acaba - mesmo a escrita sendo da década de 30 - trazendo muitos temas atuais e defeitos do ser humano que pode passar séculos nunca irá mudar. Tem alguns trechos completamente desnecessários no livro, e o final poderia ser melhor, não digo diferente, mas melhor elaborado. Mas no conjunto inteiro da obra, é um bom livro, faz o leitor pensar.

O conteúdo a seguir conterá detalhes da história do livro!

O livro fala muito em Deus, mas não faz nenhuma lavagem cerebral sobre isso, não é algo que se deve levar em consideração ao ler o livro, não é por que você não acredita que deva deixar de ler, pois o livro trata bem este assunto de se crer ou não, de se existe ou não.

E, para quem mora em (ou conhece) Porto Alegre, irá perceber muitos locais conhecidos, sendo que a história se passa na cidade, mais especificamente na região central.

Detalhes da Obra

Titulo: Olhai os lírios do campo 
Escritor: Érico Veríssimo 
Ano: 1938

Detalhes do livro

Editora: Globo
Ano: 1994Paginas: 290

[ ]s

Um comentário:

Rodrigo Moraes disse...

O bom do Erico, é que Porto Alegre é apresentada em momentos comuns para nós e novos para outros lugares.


Abraço

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails